Cenário da reciclagem na Bahia é tema de Webinário

No Dia Mundial da Reciclagem, catadoras, catadores, pesquisadores e ativistas ambientais apontam desafios e oportunidades desta cadeia produtiva no Estado

Na Bahia, apenas 24,7% dos municípios têm coleta seletiva e na capital o número de resíduos coletados que são reciclados é ainda mais baixo, entre 1% a 2%. Os dados do Observatório dos Lixões, ferramenta da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e da Pesquisa Ciclosoft 2016, realizada pela Compromisso Empresarial para Reciclagem (Cempre), respectivamente, dão a dimensão do quanto a população baiana está longe de atingir um patamar de boas práticas relacionada a forma de consumo e preservação do meio ambiente.

   Neste 17 de maio, Dia Mundial da Reciclagem, às 9h, catadoras, catadores, pesquisadores e ativistas ambientais se reúnem para debater o cenário da reciclagem na Bahia, com a realização do Webinário “Dia Mundial da Reciclagem - O que é que a Bahia tem?”. Na ocasião, os catadores de materiais recicláveis Joilson S. Santana, Jeane dos Santos e Edinea Rodrigues se juntam a bióloga Ana Carine Oliveira e ao vice-presidente da Central das Cooperativas de Trabalho e Reciclagem da Bahia (CCRBA) Jerônimo Bispo, para discutir sobre as experiências e tecnologias sociais dos(as) catadores(as) de materiais recicláveis e empreendimentos econômicos solidários do Estado.

A atividade tem o objetivo de apontar os desafios e oportunidades desta cadeia produtiva em todo o Estado e é promovida pelo CAMA – Centro de Arte e Meio Ambiente, o Fórum Estadual Lixo e Cidadania da Bahia (FLC/Ba) e o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis - MNCR/Ba. O Webinário será transmitido pelo Facebook do CAMA e do FLC/Ba.

“É necessário que haja investimentos, principalmente nas Cooperativas e Associações de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis pois cerca de 90% do que é reciclado no país passa pelas mãos desses trabalhadores. Além disso, é fundamental a efetividade das Políticas Nacional e Estadual de Resíduos Sólidos, como forma de fomento ao trabalho. Estima-se que temos no Estado cerca de 50 a 60 associação/cooperativas e 45 mil pessoas trabalham na coleta dos materiais recicláveis”, destaca Joilson Santana, catador de recicláveis, mestre em planejamento ambiental e integrante do CAMA.

Campanha Solidária

O Dia Mundial da Reciclagem foi instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) para promover a reflexão sobre questões ambientais e a forma de consumo. Em março deste ano, em função dos impactos causados pela pandemia da COVID-19 na saúde e bem-estar dos 34.107 mil catadores (Censo/IBGE-2010), o CAMA lançou a campanha de financiamento coletivo  “Ele(a)s cuidam da cidade, é hora da cidade cuidar dele(a)s”, voltada para apoiar 2.000 catadores e catadoras de materiais recicláveis, organizados em empreendimentos econômicos solidários (associações e cooperativas) e avulsos (aquele(a)s que trabalham de forma autônoma)  do estado da Bahia com a distribuição de um kit de proteção individual para ajudar aqueles que sobrevivem da coleta seletiva de resíduos sólidos em diversos espaços. Para contribuir com a campanha acesse: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/eles-cuidam-da-cidade-e-hora-da-cidade-cuidar-deles

Painelistas

Joilson S. Santana, catador de materiais recicláveis, integrante da ONG Centro de Arte e Meio Ambiente - CAMA, da Rede CAMMPI, Fórum Estadual Lixo e Cidadania da Bahia – FLC/Ba. Também é Bacharel em Administração de Empresas (UNIFACS) e Mestre em Planejamento Ambiental (UCSAL).

Jeane dos Santos, catadora de materiais recicláveis, integrante de grupo de catadores em processo de organização, representante do MNCR e mobilizadora da ANCAT no estado da Bahia e integrante do Fórum Estadual lixo e Cidadania da Bahia – FLC/Ba.

Ana Carine Nascimento, Bióloga, Mestranda em Desenvolvim.ento e Gestão Social da UFBA e integrante do CAMA.

Edinea Rodrigues, catadora de materiais recicláveis e coordenadora financeira da Cooperativa VerdeCoop e integrante do MNCR/Ba.

Jeronimo Bispo Dos Santos, graduado em Administração de Empresa pela UNIFACS. Um dos fundadores da Cooperativa de Materiais Recicláveis de Camaçari (COOPMARC) e vice-presidente do COMAM - Conselho Municipal de Meio Ambiente em Camaçari. Além disso, é diretor presidente da Rede Social Óleo Bahia (RESOBA) e vice-presidente da Central das Cooperativas de Trabalho e Reciclagem da Bahia (CCRBA) e integrante do FLC/Ba e do MNCR/Ba.

  • Live de prestação de contas

    Siga nos pelo Instagram: @cama.ong 📢Geral que doou ou tá colaborando de outras formas, grupos e comunidades que estão participando de nosso ciclo de solidariedade pret@ em enfrentamento ao Covid-19, se liga! Amanhã às 17h tem live de prestação de contas e apresentação do cenário de continuidade de nossa campanha, organizada por nós do Centro...

  • Nota

    Lembram da Consulta Pública do Ministério do Meio Ambiente - MMA sobre reciclagem e reutilização de embalagens por meio de Logística Reversa? A @abrampa.oficial  ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS MEMBROS DE MINISTÉRIO PÚBLICO DE MEIO AMBIENTE – ABRAMPA, entidade civil que congrega membros do Ministério Público brasileiro com atuação na defesa jurídica do meio ambiente, cumprindo...

  • Consulta Pública

      Participe da consulta pública para Logística Reversa de Embalagens em geral aberta por meio da Portaria nº 252/2020, publicada no último dia 03/06 no Diário Oficial da União. A minuta do Termo de Compromisso estará aberta para receber contribuições e sugestões até o dia 3 de julho, no site do ministério. A logística reversa é definida na Política...

  • High Speed Escalators

    Donec eu leo vel ipsum tincidunt pretium et et arcu. Phasellus elit sem, tempor vitae suscipit ac, dignissim sed nibh. Fusce eget velit dignissim, commodo erat eu, vulputate mi.

  • Glossy Finish

    Praesent sit amet nunc arcu. Duis tempor lacus eu dolor interdum ornare. Donec eu leo vel ipsum tincidunt pretium et et arcu. Phasellus elit sem, tempor vitae suscipit ac, dignissim sed nibh.

  • Clock Architecture

    Cras mattis sagittis volutpat. Mauris risus metus, scelerisque vitae ornare ultricies, tincidunt vel nunc. Cras elementum at est vel malesuada. Proin vel hendrerit diam. Sed non tristique quam.

Quem Somos

Nossa Organização

O Centro de Arte e Meio Ambiente – CAMA é uma Organização da Sociedade Civil - OSC, sem fins lucrativos, fundada no ano de 1995, sediada em Salvador- Bahia. O CAMA é composto por colaboradore(a)s e profissionais negros e negras, sendo que destes 90% são mulheres. Sua atuação é focada no Desenvolvimento Socioambiental em comunidades eminentemente negras da Bahia, direcionadas para juventude, mulheres, em situação de vulnerabilidade social.

Ao longo destes anos de atuação, o CAMA tem desenvolvido ações de apoio e fomento aos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) dos segmentos de catadore(a)s de materiais recicláveis, alimentação, agricultura familiar, costura, cultural, entre outros, que envolve principalmente os jovens e mulheres, em sua maioria negros e negras, visando desenvolver a consciência da necessidade de melhoria da qualidade de vida urbana da população e das questões ligadas ao meio ambiente e o desenvolvimento local, sustentável e solidário. 

Nossa Missão

Desenvolver ações de apoio e fomento aos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) dos segmentos de catadore(a)s de materiais recicláveis, alimentação, agricultura familiar, costura, cultural, entre outros, que envolve principalmente os jovens e mulheres, em sua maioria negros e negras, visando desenvolver a consciência da necessidade de melhoria da qualidade de vida urbana da população e das questões ligadas ao meio ambiente e o desenvolvimento local, sustentável  e solidário.

Nosso Time

O CAMA é composto por colaboradores e equipe de profissionais negros e negras, sendo que destes 90% são mulheres, uma equipe multidisciplinar com profissionais e técnicos das áreas de gestão, meio ambiente, educação, cultura, arquitetura, sociologia, antropologia, assistência social, pedagogia, geografia, entre outros.

Nossos Valores

O CAMA tem como valores a transparência, a valorização e o respeito ao saber popular e local, a ética e equidade nas relação de gênero e raça, por meio de uma metodologia de trabalho multidisciplinar preocupada com mudanças que ocorrem no mundo e seus impactos no local onde se insere a ação institucional. Os conteúdos trabalhados estão centrados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS. Promovendo o desenvolvimento de suas ações e projetos voltados para o alcance dos ODS (5, 6, 8,10,11 e 12).

Nossos Serviços

Desenvolvimento de projetos e ações centradas no enfrentamento ao racismo, sexismo, lesbtransfobia, o genocídio e o feminicídio, na luta pela erradicação da pobreza por meio do fomento aos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) dos segmentos de catadore(a)s de materiais recicláveis, alimentação, agricultura familiar, costura, cultural, entre outros com vistas à geração de trabalho e renda e por uma sociedade socialmente justa e ambientalmente sustentável para as presentes e futuras gerações.
 
Entre as ações e projetos realizados neste período destaca-se a formação profissional de adolescentes e jovens, nas áreas de meio ambiente e cultura; Execução de projetos de Educação Ambiental; Assistência Técnica para o Fortalecimento Institucional de organizações comunitárias; Assistência Técnica para o Fortalecimento de Associações e Cooperativas de Catadores de Materiais Recicláveis; Assistência Técnica para Empreendimentos da Economia Solidária; Assistência Técnica para na montagem e gerenciamento da Unidade de Beneficiamento de papel; Assistência Técnica para o fortalecimento da Rede de Cultura de Itapagipe; Assistência Técnica em Projetos de Educação Socioambiental de habitação Popular.

Colabore

Seja nosso parceiro nas ações de apoio e fomento aos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) dos segmentos de catadore(a)s de materiais recicláveis, alimentação, agricultura familiar, costura, cultural, entre outros, que envolve principalmente os jovens e mulheres, em sua maioria negros e negras, visando desenvolver a consciência da necessidade de melhoria da qualidade de vida urbana da população e das questões ligadas ao meio ambiente e o desenvolvimento local, sustentável  e solidário. 

Entre contato conosco através do email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone 71 3207-1926.

Nosso Contato

Praça do Uruguai, S/n. - Uruguai. Ao lado do Espaço Cultural Alagados, Salvador –Bahia CEP: 40.450-210.

Telefone - 71 3207-1926